Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/312
Tipo do documento: Dissertação
Título: O olhar da curiosidade: um diálogo entre os espaços não formais e alunos do Ensino Fundamental
Título(s) alternativo(s): The look of curiosity: a dialogue between non-formal spaces and elementary school students
Autor: Reis, Andreza Rayane Holanda 
Primeiro orientador: Silva, Cirlande Cabral da
Primeiro membro da banca: Silva, Cirlande Cabral da
Segundo membro da banca: Cabral, Cinara Calvi Anic
Terceiro membro da banca: Terán, Augusto Fachín
Resumo: Os Espaços Não Formais (ENF), como locais propícios para aprendizagem de estudantes de variadas faixas etárias, vêm sendo discutidos em diversos trabalhos em forma de artigos, relatos e dissertações. Esta pesquisa teve o intuito de compreender as percepções dos alunos em Espaços Não Formais a partir do “olhar curioso” dos alunos do Ensino Fundamental. Para isso, foram visitados quatro ENF na cidade de Manaus – AM: Bosque da Ciência, Museu Amazônico, Parque Municipal do Mindu e Zoológico do CIGS. Nesses locais foram acompanhados 16 estudantes de ensino fundamental de diferentes escolas da cidade de Manaus. Foi utilizada como metodologia para analisar os dados, a Teoria Fundamentada, visando à elaboração de uma teoria explicativa para investigar o que os alunos de ensino fundamental aprendem nesses espaços. Para se chegar à teoria substantiva em questão, seguiu-se os seguintes passos: Inicialmente foram feitas as entrevistas com os estudantes para posteriormente transcrevê-las. Após transcrição das entrevistas seguiu-se para as codificações (aberta, axial e seletiva). Optou-se por utilizar a codificação aberta do tipo linha a linha, na qual foram atribuídos os primeiros códigos às entrevistas. Ao final da codificação aberta constatou-se uma grande quantidade de dados, que precisaram ser reagrupados por meio da codificação axial. Foi também na codificação axial que foram criadas as subcategorias emergentes, que posteriormente foram representadas por relações hierárquicas. Na codificação seletiva, seguindo-se o modelo paradigmático proposto por Strauss e Corbin (2008) evidenciou-se a categoria central da pesquisa, “Aprendendo o modo de vida dos animais”, que representou o fenômeno, e as demais categorias analíticas: “Preocupando-se com as avaliações escolares”, representando as condições causais; “Complementando o que viram nos ENF com os conteúdos estudados na escola”, que representou a condição interveniente; “Utilizando memória visual para se lembrar dos animais”, representando as ações/interações; e “Descobrindo a variedade da fauna”, que representou as consequências. Diante dessa análise verificou-se que os estudantes se preocupam com o conteúdo estudado nos ENF, uma vez que atribuem importância para as avaliações escolares. Além de destacarem que memorizar a imagem dos animais e a aula, de um modo geral, no ENF fará com que eles passem nas provas, saibam matéria e possam responder às questões do livro didático. Foi verificado também que a aprendizagem afetiva ou apreciativa predominou nas aulas em ENF para os alunos do ensino fundamental que foram entrevistados.
Abstract: Non-Formal Spaces as places suitable for learning of students of different age groups, have been discussed in several papers in the form of articles, reports and dissertations. This research aimed to understand the perceptions of students in Non-Formal Spaces from the “curious look” of primary school students. For that, four Non-Formal Spaces were visited in the city of Manaus - AM: Forest of Science, Amazonian Museum, Mindu Municipal Park and CIGS Zoo. In these places were followed 16 students of elementary school from different schools in the city of Manaus. It was used as methodology to analyze the data, Grounded Theory, aiming at the elaboration of an explanatory theory to investigate what elementary students learn in these spaces. In order to arrive at the substantive theory in question, the following steps were followed: Initially the interviews with the students were made and later transcribed. After transcription of the interviews, the coding was followed (open, axial and selective). It was decided to use the open coding of the line-by-line type, in which the first codes were assigned to the interviews. At the end of the open coding a great amount of data was verified, that needed to be regrouped by means of the axial codification. It was also in the axial coding that the emergent subcategories were created, that later were represented by hierarchical relations. In the selective coding, following the paradigmatic model proposed by Strauss and Corbin (2008) the central category of the research, “Learning the way of life of the animals”, that represented the phenomenon, and the other analytical categories was evidenced: “Concerning school appraisals”, representing the causal conditions; “Complementing what they saw in the Non-Formal Spaces with the contents studied in the school”, that represented the intervening condition; “Using visual memory to remember animals”, representing actions/interactions; and “Discovering the variety of fauna”, which represented the consequences. In view of this analysis, it was verified that the students are concerned with the content studied in the Non-Formal Spaces, since they attribute importance to the school evaluations. In addition to emphasizing that memorizing the image of the animals and the class, in general, in the NFE will make them pass the tests, know matter and can answer the questions in the textbook. It was also verified that the affective or appreciative learning predominated in the Non-Formal Spaces classes for the elementary students who were interviewed.
Palavras-chave: Espaços Não Formais
Teoria Fundamentada - Educação
Percepções de alunos
Non-Formal Spaces
Grounded Theory
Student Perceptions
Área(s) do CNPq: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Normal Superior ENS::PROPESP
Programa: Educação e Ensino de Ciências na Amazônia
Citação: Reis, Andreza Rayane Holanda. O olhar da curiosidade: um diálogo entre os espaços não formais e alunos do Ensino Fundamental. 2018. 143f. Dissertação( Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/312
Data de defesa: 23-Fev-2018
Aparece nas coleções:DISSERTAÇÕES - PPGECA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
O olhar da curiosidade um diálogo entre os espaços não formais e alunos do Ensino Fundamental.pdfDocumento principal - Dissertação3,63 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons