Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/101
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ensino de ciências e as relações entre escola e espaços não formais: um estudo com crianças ribeirinhas
Autor: Leal, Gyane Karol Santana 
Primeiro orientador: Noronha, Evelyn Lauria
Primeiro membro da banca: Noronha, Evelyn Lauria
Segundo membro da banca: Murabac Sobrinho, Roberto Sanches
Terceiro membro da banca: Freire, Eliane Fazolo
Resumo: Este trabalho intitulado: “O ensino de ciências e as relações entre escola e espaços não formais: um estudo com crianças ribeirinhas” tem por objetivo compreender como as crianças ribeirinhas de uma escola rural localizada no município de Parintins - AM formam conhecimentos de ciências por meio de suas vivências nos espaços de sua comunidade. Busca fazer um resgate da história das crianças no Brasil e no Amazonas refletindo como essa geração foi constituindo desde o período colonial até os dias atuais, trazendo a contribuição da Sociologia da infância uma vez que permite uma nova compreensão das crianças na perspectiva de sujeitos do conhecimento, permitindo a escuta das suas vozes, excluindo-se o adultocentrismo. A partir dessa nova visão direcionada á infância, acreditamos que as crianças ribeirinhas podem formar conhecimentos científicos por meio do uso de espaços não formais amazônicos por meio de suas experiências e como esses conhecimentos podem ser a utilizados pela escola. Em pesquisa com crianças faz-se necessário o uso de metodologias que fazem das crianças partícipes de todo processo de investigação. Para tanto, fez necessário solicitar a autorização dos pais e posteriormente, a colaboração das crianças. Os sujeitos foram treze crianças na faixa etárias de 3 a 5 anos e a professora da turma. Os dados foram sendo construídos através da interação com os sujeitos, observação participante com registro no diário de campo, entrevistas e análise de desenhos. Conclui que as crianças formam conhecimentos científicos por meio de suas vivências no cotidiano, na interação com seus pares e no contato direto com os múltiplos espaços da sua comunidade.
Abstract: This work entitled: "Science teaching and the relationship between school and non-formal spaces: a study of riverside children" aims to understand how riverside children from a rural school located in the city of Parintins–AM build knowledge on Sciences through their experiences in the spaces of their community. It seeks the recovery of the history of children in Brazil and in the Amazon reflecting on how this generation has been constructed since the colonial period to the present day, bringing contribution from Childhood Sociology as it allows a new understanding of children in the perspective of knowledge subjects allowing listening to their voices, excluding the adult centrism. From this new view directed to childhood, we believe that riverside children can build scientific knowledge through the use of Amazonian non-formal spaces through their experiences and how this knowledge can be used by the school. In a research with children, it is necessary to use methodologies that make children the participants throughout the research process. To do so, it was necessary to request permission to parents and later, the collaboration of children. The participants were thirteen children in the age group from 3 to 5 years old and the class teacher. The data was being built through the interaction with the children, participant observation with notes in field diary, interviews and drawing analyses. It is concluded that children build scientific knowledge through their experiences in everyday life, in the interaction with peers and direct contact with multiple spaces in their community.
Palavras-chave: Ciências - estudo e ensino
Espaços informais
Crianças - ciências
Área(s) do CNPq: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Normal Superior ENS::PROPESP
Programa: Educação e Ensino de Ciências na Amazônia
Citação: Leal, Gyane Karol Santana. O ensino de ciências e as relações entre escola e espaços não formais: um estudo com crianças ribeirinhas. 2014. 134 f. Dissertação (Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/101
Data de defesa: 13-Mar-2014
Aparece nas coleções:DISSERTAÇÕES - PPGECA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Divulgação científica produção de vídeos com as crianças Dissertação.pdfDissertação - Documento principal3,64 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons