???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/55
Tipo do documento: Dissertação
Título: O bestiário fantástico de Murilo Rubião
Autor: Melo, Jussara Suriadakis de 
Primeiro orientador: Silva, Allison Marcos Leão da
Primeiro membro da banca: Silva, Allison Marcos Leão
Segundo membro da banca: Sá, Lileana Mourão Franco de
Terceiro membro da banca: Aleixo, Marcos Frederico Krüger
Resumo: O tema do presente trabalho justifica-se pela necessidade de se pesquisar mais sobre o que foi produzido, no Brasil, no campo da literatura fantástica. Sendo assim, e pela importância de Murilo Rubião, considerado o precursor do gênero fantástico nos contos brasileiros, elegeu-se, como objetivo desta dissertação realizar um estudo do bestiário desse autor mineiro em quatro de seus contos: “O ex-mágico da taberna Minhota”, “Os dragões”, “Teleco, o coelhinho” e “Alfredo”. Este trabalho propõe-se a analisar a presença de bichos, bem como o significado das metamorfoses que ocorrem em alguns desses contos. Com a intenção de compreender melhor o tema abordado, fez-se um breve apanhado dos bestiários a partir de registros bíblicos até aos autores clássicos, medievais e contemporâneos. A tradição dos bestiários tem origem na Antiguidade Clássica com a criação do Physiologus, cujos textos traziam descrições de animais, plantas, pedras e seres imaginários. Na Idade Média, os bestiários eram copiados pelos monges e reescritos à medida que se descobriam novos elementos da fauna, flora e do reino mineral. Alguns autores contemporâneos, inspirados nesses bestiários medievais, também criaram suas coleções de bichos. Porém, a produção de Murilo Rubião, dentro do gênero fantástico, se destaca pela maneira como ele engendra suas histórias, mesclando o real com o imaginário.
Abstract: The theme of this work is justified by the need of searching more about what has been done in Brazil in the field of fantastic literature. Therefore and considering the importance of Murilo Rubião, a writer from Minas Gerais, considered as the pioneer of the Brazilian fantastic short stories, it was elected as purpose of this paper searching about his bestiary in four of his short stories: “O ex-mágico da taberna Minhota”, “Os dragões”, “Teleco, o coelhinho” and “Alfredo”. This paper aims to analyze the presence of animals and find out the reason why metamorphoses occur in some of these short stories. Trying to understand a little more about the theme in focus it was done a brief survey of bestiary in the Bible and the ones of classical, medieval and contemporary writers. The tradition of bestiaries originates in the Classical Antiquity with the Physiologus which had descriptions of animals, plants, stones and imaginary beings. In the Middle Age the bestiaries were written by the monks and rewritten every time new kinds of animals, plants and mineral elements were being discovered. Some today authors also created their collections of animals inspired in medieval bestiaries. However, Murilo Rubião’s production in fantastic genre stands out for the way he creates his stories mixing real with imaginary.
Palavras-chave: Murilo Rubião - obras
Literatura fantástica
Contos brasileiros
Área(s) do CNPq: LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Superior de Artes e Turismo ESAT::PROPESP
Programa: Letras e Artes
Citação: Melo, Jussara Suriadakis de. O bestiário fantástico de Murilo Rubião. 2015. 80 f. Dissertação( Letras e Artes) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/55
Data de defesa: 28-May-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGLA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
O bestiário fantástico Dissertação.pdfDissertação - Documento principal1,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons