???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/48
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mulheres de Pequim : representações do percurso criativo do espetáculo da companhia renascença de dança
Autor: Arce, Carmem Lúcia Meira 
Primeiro orientador: Páscoa, Luciane Viana Barros
Primeiro membro da banca: Páscoa, Luciane Viana Barros
Segundo membro da banca: Páscoa, Márcio Leonel Farias Reis
Terceiro membro da banca: Silva, James Roberto
Resumo: Uma obra de arte, ao ser apresentada ao público, traz em sua essência as marcas pessoais do artista que a compôs. Esta criação se dá a partir da relação entre as experiências cognitivas, corporais e sensíveis do homem. A dança, em sua materialidade que é o corpo cênico e a própria coreografia, apresenta signos e símbolos que são pressupostos das impressões do coreógrafo sobre um tema, uma experiência ou um fato, podendo estes influenciar a forma como o artista comporá sua obra, assumindo assim uma estética própria e pessoal. A necessidade de se compreender esse processo foi o estímulo para realização desta pesquisa que propôs realizar um estudo genético sobre os processos de criação na área da dança, apresentando as recorrências desse processo e a conversão das funções do movimento cotidiano para o movimento estético. Para as análises foram utilizados materiais fotográficos, manuscritos, a hemeroteca do coreógrafo e diretor da companhia, e material videográfico do espetáculo de dança-teatro Mulheres de Pequim, da Cia. Renascença de Dança. Estes materiais, chamados documentos de processo por Cecília Salles (1992), são compreendidos como registros e vestígios dos aspectos compositivos da obra artística e atuam como instrumentos para a reconstrução da obra coreográfica. A realização desta pesquisa se deu através da catalogação e estudo dos elementos materiais e simbólicos que compuseram a criação coreográfica em uma abordagem trans, multi e interdisciplinar, buscando refletir sobre os aspectos estéticos do ato da criação tendo como aporte teórico a Teoria da Formatividade, de Luigi Pareyson (1993), fundamentada na forma, conteúdo e matéria, que constituem as operações das ações formativas presentes nas atividades humanas e que são indissociáveis das experiências estéticas; a Iconologia, de Erwin Panofsky (1991), como o instrumento de interpretação e análise das imagens, além de Chevalier e Gheerbrant (2007) como referência para o significado dos símbolos e signos presentes na obra. Essas discussões foram relacionadas às reflexões acerca das linguagens da dança e suas relações com os processos de criação do espetáculo Mulheres de Pequim. Como resultado deste estudo, fora apresentado um storyboard que mostrou o percurso compositivo do espetáculo a partir de um pensamento contemporâneo da dança.
Abstract: A work of art, to be presented to the public, has in essence the personal brands of the artist who composed it. This creation starts from the relationship between cognitive experiences, body and sensitive man. Dance, in its materiality which is the body and the very scenic choreography, presents signs and symbols that are the impressions choreographer assumptions about a topic, an experience or a fact, and these may influence the way the artist compose his work, thus taking own personal aesthetics. The need to understand this process was the stimulus for this research which proposed to conduct a study on the genetic processes of creation in dance, presenting recurrences of this process and the conversion of the functions of everyday movement for the aesthetic movement. For the analysis we used photographic materials, manuscripts, hemeroteca the choreographer and company director, and videographic material spectacle of dance theater Women in Beijing, Cia Renaissance Dance. These materials, called process documents for Cecilia Salles (1992), are understood as records and traces of the compositional aspects of the artistic work and act as instruments for the reconstruction of choreographic work. This research was made through the cataloging and study of material and symbolic elements that composed the choreography in a cross, multi and interdisciplinary, seeking to reflect on the aesthetic aspects of the act of creation having as theoretical Theory of formativity of Pareyson Luigi (1993), based on the form, content and matter, which constitute the operations of training activities present in human activities that are inseparable from aesthetic experiences, the Iconology, Erwin Panofsky (1991), as the instrument of interpretation and analysis images, and Chevalier and Gheerbrant (2007) as a reference for the meaning of symbols and signs present in the work. These discussions were related to reflections on the language of dance and its relationship to the process of creating the show Women in Beijing. As a result of this study, was presented a storyboard that showed the compositional path of the show from a dance contemporary thought.
Palavras-chave: Dança contemporanea
Coreografia
Área(s) do CNPq: ARTES::DANCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Superior de Artes e Turismo ESAT::PROPESP
Programa: Letras e Artes
Citação: Arce, Carmem Lúcia Meira. Mulheres de Pequim : representações do percurso criativo do espetáculo da companhia renascença de dança. 2013. 155 f. Dissertação( Letras e Artes) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/48
Data de defesa: 30-Aug-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGLA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mulheres de Pequim Dissertação.pdfDissertação - Documento principal15,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons