???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/349
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização molecular de genes de resistência às β-lactamases em isolados de Chryseobacterium Indologenes
Título(s) alternativo(s): Molecular characterization of β-lactamase resistance genes in isolates of Chryseobacterium Indologenes
Autor: Freitas, Ellen Albuquerque de 
Primeiro orientador: Ferreira, Cristina Motta
Primeiro coorientador: Ferreira, William Antunes
Primeiro membro da banca: Ferreira, Cristina Motta
Segundo membro da banca: Pontes, Gemilson Soares
Terceiro membro da banca: Moura Neto, José Pereira de
Resumo: Chryseobacterium indologenes é uma bactéria ubíqua que tem sido frequentemente relacionada a vários tipos de infecções, apresentando perfil multirresistente, independente da amostra clínica da qual é isolada, diminuindo as opções terapêuticas. Este estudo teve por objetivo caracterizar molecularmente os genes de resistência das β-lactamases em isolados de Chryseobacterium indologenes. Tratou-se de um estudo descritivo, no qual foram estudadas duas espécies multirresistentes de Chryseobacterium indologenes, provenientes da hemocultura de duas pacientes internadas, do sexo feminino, com idade superior a 60 anos. Foram extraídos o DNA cromossomal e plasmidial e realizadas reações da polimerase em cadeia (PCR) para detecção dos genes de resistência das ESBLs (blaTEM, blaSHV, blaAmpC, blaCTX-M grupos 1, 2, 8 e 9), carbapenemases (blaGES, blaKPC, blaIMI, blaOXA e blaOXA-48 like) e metalo-β-lactamases, (blaNDM, blaVIM, blaIMP, blaIND-like e blaIND-2). Os produtos da PCR foram sequenciados e posteriormente analisados no programa de software Geneious. Foi detectado o gene blaIND-like, com similaridade aos alelos IND-3 e 8. Em relação ao alelo IND-3, o mesmo apresentou mutação na posição 119 (ALA→SER). A árvore filogenética evidenciou que o isolado BGN 23 apresentou 100% de similaridade em relação ao ancestral comum e 12% de diferença de similaridade em relação ao grupo descendente mais próximo, enquanto que o isolado P 133 apresentou apenas 9% de diferença em relação ao seu grupo descendente mais próximo. Já em relação ao ancestral comum, o isolado P 133 encontra-se bastante distante, indicando possivelmente que o mesmo apresenta mais diferenças genéticas em relação ao mesmo. Este estudo detectou uma mutação, na posição 119, do alelo IND-3, ainda não descrita na literatura, o que pode significar possíveis mudanças no perfil de suscetibilidade da bactéria. O alelo IND-8 apresentou 100% de similaridade com os já descritos e inseridos no banco de dados público Genbank. Em relação a filogenia, pode-se observar que o C. indologenes apresenta-se como uma nova linhagem inserida junto a linhagem com perfil asiático e europeu, apresentando características genéticas em relação a seu ancestral comum. Estudos moleculares sobre mecanismos de resistência bacterianos de espécies multirresistentes devem ser continuados, pois auxiliarão em pesquisas futuras para o descobrimento de novas drogas, novos mecanismos de resistência genéticos e/ou intrínsecos, ou até mesmo a identificação de novos alvos moleculares bacterianos, a fim de que se possa restaurar a utilidade da antibioticoterapia ou introduzir uma nova antibioticoterapia necessária para tratar as doenças infecciosas ocasionadas pelos mesmos e evitar a disseminação de clones patogênicos.
Abstract: Chryseobacterium indologenes is a ubiquitous bacterium related to several types of infections, presenting a multiresistant profile, independent of the isolate clinical sample, reducing the therapeutic options. The aim of this study was to characterize molecularly the resistance genes of β-lactamases in isolates of Chryseobacterium indologenes. This was a descriptive study, in which two multiresistant species of Chryseobacterium indologenes were studied, from the blood culture of two female hospitalized patients, aged over 60 years. Chromosomal and plasmid DNA were extracted and polymerase chain reactions (PCR) were performed to detect ESBL resistance genes (blaTEM, blaSHV, blaAmpC, blaCTX-M groups 1, 2, 8 and 9), carbapenemases (blaGES, blaKPC, blaIMI, blaOXA and blaOXA-48 like) and metallo-β-lactamases, (blaNDM, blaVIM, blaIMP, blaIND-like and blaIND-2). The PCR products were sequenced and later analyzed in the Geneious software program. The blaIND-like gene was detected with similarity to the IND-3 and 8 alleles. In relation to the IND-3 allele, it had a mutation at position 119 (ALA → SER). The phylogenetic tree showed that the BGN 23 isolate presented 100% similarity in relation to the common ancestor and 12% similarity difference in relation to the nearest descendant group, whereas the isolate P133 presented only a 9% difference in relation to its group. As for the common ancestor, the isolate P133 is quite distant, possibly indicating that it has more genetic differences in relation to it. This study detected a mutation at position 119 of the IND-3 allele, not yet described in the literature, which may mean possible changes in the susceptibility profile of the bacterium. The IND-8 allele showed 100% similarity to those already described and inserted in the public Genbank database. In relation to phylogeny, it can be observed that C. indologenes presents as a new lineage inserted along the lineage with Asian and European profile, presenting genetic characteristics in relation to its common ancestor. Molecular studies on bacterial resistance mechanisms of multiresistant species should be continued, as they will aid in future research for the discovery of new drugs, new genetic and/or intrinsic resistance mechanisms, or even the identification of new bacterial molecular targets, in order that the usefulness of the antibiotic therapy can be restored or the introduction of a new antibiotic therapy necessary to treat the infectious diseases caused by them and to avoid the spread of pathogenic clones.
Palavras-chave: Carbapenemases
Chryseobacterium indologenes
Mutação
ESBL
Área(s) do CNPq: CLINICA MEDICA::HEMATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Superior de Ciências da Saúde ESA::PROPESP
Programa: Hematologia
Citação: Freitas, Ellen Albuquerque de. Caracterização molecular de genes de resistência às β-lactamases em isolados de Chryseobacterium Indologenes. 2017. 75 p. Dissertação( Hematologia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/349
Data de defesa: 25-May-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGICH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caracterização molecular de genes de resistência às β-lactamases em isolados de Chryseobacterium Indologenes.pdfDissertação - arquivo principal2,3 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons