???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/327
Tipo do documento: Dissertação
Título: Museu do seringal vila paraíso e as possibilidades para o ensino de ciências: a percepção da malária por estudantes do ensino fundamental
Título(s) alternativo(s): Museum of the seringal village paradise and the possibilities for science education: the perception of malaria by elementary school students
Autor: Trindade, Daniela Sulamita Almeida de 
Primeiro orientador: Aguiar, José Vicente de Souza
Primeiro membro da banca: Aguiar, José Vicente de Souza
Segundo membro da banca: Costa, Mauro Gomes da
Terceiro membro da banca: Jesus, Edilza Laray de
Resumo: Essa pesquisa apresenta uma reflexão sobre o Museu do Seringal Vila Paraíso, a partir de sua dimensão educativa para o ensino contextualizado de Ciência, em vista de discutir algumas práticas científicas em Manaus, Amazonas, na passagem do século XIX para o XX, ocasião em que o cenário da cidade de Manaus estava dominado pela economia oriunda da extração da borracha. Com base na perspectiva da História da Ciência, buscou-se ampliar a interpretação dos temas relativos à ciência a partir dos artefatos e do espaço do Museu do Seringal, revelando a inter-relação entre as condições vividas pelos trabalhadores seringueiros e a prevalência de doenças como a malária, principalmente. Desse modo, a abordagem aponta algumas possibilidades de articular ensino de ciências e a dimensão histórica do pensamento científico aos artefatos e doenças prevalentes entre os seringueiros, com a finalidade de facilitar a compreensão da ciência a estudantes da Educação Básica, principalmente os do Ensino Fundamental da rede pública. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho fenomenológico, com estratégia etnográfica, com objetivo de compreender o espaço histórico-social do Museu do Seringal Vila Paraíso, a partir de um olhar fenomenológico, articulando o ensino de ciências às experiências perceptivas sobre a malária, com estudantes do ensino fundamental. A fenomenologia de Merleau-Ponty aplicada ao ensino de Ciências Naturais possibilitou conhecer a percepção dos alunos como ideias explicativas, baseadas em experiências sensoriais, que podem ser amplamente refletidas, potencializando a ampliação das funções intelectivas. Nesse sentido, a realização de práticas pedagógicas, voltadas para o ensino de ciências pelo viés da fenomenologia, instigou-nos a sugerir a ampliação do entendimento das relações entre o indivíduo e o meio ambiente, bem como, a interpretação da condição de saúde ou doença na dinâmica de sua complexidade, por meio de desenhos, falas e registros gráficos, pensamentos e intenções relacionados aos fenômenos vivenciados.
Abstract: This research presents a reflection on the Seringal Vila Paraiso Museum, from its educational dimension to the contextualized teaching of Science, in order to discuss some scientific practices in Manaus, Amazonas, in the passage from the 19th to the 20th century. the scenario of the city of Manaus was dominated by the economy derived from rubber extraction. Based on the perspective of the History of Science, we sought to broaden the interpretation of the themes related to science from the artifacts and space of the Seringal Museum, revealing the interrelationship between the conditions experienced by rubber seringueiros and the prevalence of diseases such as especially malaria. Thus, the approach points out some possibilities of articulating science teaching and the historical dimension of scientific thought to the artifacts and diseases prevalent among rubber tappers, in order to facilitate the understanding of science to students of Basic Education, especially those of Elementary School public network. This is a qualitative, phenomenological research with an ethnographic strategy, aiming to understand the social-historical space of the Seringal Vila Paraiso Museum, from a phenomenological perspective, articulating science education with perceptive experiences about malaria , with elementary school students. Merleau-Ponty's phenomenology applied to the teaching of Natural Sciences made it possible to know the students' perceptions as explanatory ideas, based on sensory experiences, which can be widely reflected, enhancing the expansion of the intellectual functions. In this sense, the realization of pedagogical practices, geared to the teaching of science through the bias of phenomenology, instigated us to suggest the broadening of the understanding of the relations between the individual and the environment, as well as the interpretation of the health condition or illness in the dynamics of its complexity, through drawings, speeches and graphic records, thoughts and intentions related to the phenomena experienced.
Palavras-chave: História e Ensino de Ciência
Museu Seringal Paraíso
fenomenologia
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Normal Superior ENS::PROPESP
Programa: Educação e Ensino de Ciências na Amazônia
Citação: Trindade, Daniela Sulamita Almeida de. Museu do seringal vila paraíso e as possibilidades para o ensino de ciências: a percepção da malária por estudantes do ensino fundamental. 2017. 144 f. Dissertação( Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/327
Data de defesa: 3-Nov-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGECA



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons