???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/319
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCunha, Renata Gomes da-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4462399D6por
dc.contributor.advisor1Terán, Augusto Fachín-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4701275Y9por
dc.contributor.referee1Terán, Augusto Fachín-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4701275Y9por
dc.contributor.referee2Silva, Cirlande Cabral da-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4705886Z8por
dc.contributor.referee3Araújo, Cleusa Suzana oliveira de-
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4791206H9por
dc.date.accessioned2018-08-24T13:09:54Z-
dc.date.issued2017-08-29-
dc.identifier.citationCunha, Renata Gomes da. Alfabetização ecológica usando os anfíbios anuros em espaços educativos. 2017. 86 f. Dissertação( Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.por
dc.identifier.urihttp://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/319-
dc.description.resumoConsiderando a importância da questão ambiental no momento atual e a relevância de trabalhar o tema da Alfabetização Ecológica desde as primeiras fases formativas da criança, vimos no tema anfíbios anuros a possibilidade de trabalhar esta temática, uma vez que nessa fase as crianças passam por processos de construção e aquisição de novos conceitos, valores, habilidades e atitudes. Cabe ao processo educativo o papel de trazer elementos motivadores para uma maior interação e conectividade com a natureza. O nosso objetivo foi compreender em que medida o tema anfíbio anuros favorece o processo de Alfabetização Ecológica nas crianças da Educação Infantil. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa com características de pesquisa-ação utilizando técnicas de observação, entrevista e questionário semi estruturado. O trabalho foi realizado no Centro Municipal de Educação Infantil e Jardim Botânico de Manaus Adolpho Ducke. Os sujeitos da pesquisa foram quatro professoras e 75 crianças de ambos os sexos. Os dados foram analisados por meio da analise do discurso, usando-se a fala das professoras e das crianças. Foram identificados os indicadores de Alfabetização Ecológica mediante a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo, ancorados nos princípios de Fritjof Capra, sustentando-se na formação do sujeito ecológico. Encontramos deficiência na formação das professoras, pois não possuíam conhecimentos biológicos específicos. As crianças apresentaram conhecimentos prévios satisfatórios sobre os anfíbios anuros, sê vendo como parte do ecossistema, compreendendo a função de cada ser vivo e as conseqüências do desaparecimento das espécies. A interação e troca de experiências transpassou os muros da escola, chegando às casas, aos vizinhos e principalmente às outras crianças.por
dc.description.abstractConsiderando la importancia de la cuestión ambiental en el momento actual y la relevancia de trabajar el tema de la Alfabetización Ecológica desde las primeras fases formativas del niño, hemos visto en el tema anfibios anuros la posibilidad de trabajar esta temática, ya que en esa fase los niños pasan por procesos de construcción y adquisición de nuevos conceptos, valores, habilidades y actitudes. El proceso educativo cumple el papel de traer elementos motivadores para una mayor interacción y conectividad con la naturaleza. El objetivo de esta investigación fue comprender en qué medida el tema anfibio anuros favorece el proceso de Alfabetización Ecológica en los niños de Educación Infantil. Se trata de una investigación de enfoque cualitativo con características de investigación-acción utilizando técnicas de observación, entrevista y cuestionario semi estructurado. El trabajo fue realizado en el Centro Municipal de Educación Infantil y Jardín Botánico de Manaus Adolpho Ducke. Los sujetos de la investigación fueron cuatro profesoras y 75 niños de ambos sexos. Los datos fueron analizados por medio del análisis del discurso, usando la conversa de las profesoras y de los niños. Se identificaron los indicadores de Alfabetización Ecológica mediante la técnica del Discurso del Sujeto Colectivo, anclados en los principios de Fritjof Capra, que se sustentan en la formación del sujeto ecológico. Encontramos deficiencia en la formación de las profesoras, pues no poseían conocimientos biológicos específicos. Los niños presentaron conocimientos previos satisfactorios sobre los anfibios anuros, y se ven como parte del ecosistema, comprendiendo la función de cada ser vivo y las consecuencias de la desaparición de las especies. La interacción e intercambio de experiencias traspasó los muros de la escuela, llegando a las casas, a los vecinos y principalmente a los otros niños.spa
dc.description.provenanceSubmitted by Biblioteca Central (bibliotecacentral@uea.edu.br) on 2018-08-22T15:08:39Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Alfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativos.pdf: 1789333 bytes, checksum: 263bbbcf1744163dfd96d9673fb92b3f (MD5)eng
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Biblioteca Central (bibliotecacentral@uea.edu.br) on 2018-08-24T13:09:36Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Alfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativos.pdf: 1789333 bytes, checksum: 263bbbcf1744163dfd96d9673fb92b3f (MD5)eng
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Biblioteca Central (bibliotecacentral@uea.edu.br) on 2018-08-24T13:09:54Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Alfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativos.pdf: 1789333 bytes, checksum: 263bbbcf1744163dfd96d9673fb92b3f (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-24T13:09:54Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Alfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativos.pdf: 1789333 bytes, checksum: 263bbbcf1744163dfd96d9673fb92b3f (MD5) Previous issue date: 2017-08-29eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttp://tede.uea.edu.br/jspui/retrieve/2212/Alfabetiza%c3%a7%c3%a3o%20ecol%c3%b3gica%20usando%20os%20anfibios%20anuros%20em%20espa%c3%a7os%20educativos.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade do Estado do Amazonaspor
dc.publisher.departmentEscola Normal Superior ENS::PROPESPpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUEApor
dc.publisher.programEducação e Ensino de Ciências na Amazôniapor
dc.relation.referencesALENCAR, R. N. B. de. O processo de aprendizagem das crianças por meio da música e elementos sonoros em espaços educativos. Manaus: UEA, 2015 ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico. 10 ed. São Paulo: Editora Atlas, 2010. BARBOSA, M. C. S. A rotina nas Pedagogias da Educação Infantil: dos binarismos à complexidade. Currículo sem Fronteiras, v.6, n.1, P.p.56-69, 2006. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol6iss1articles/barbosa.pdf. Acesso em: 12 mai. 2017. BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa Qualitativa com texto, imagem e som. 2 ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2002. BEACHAMP, J.; PAGEL, S. D.; NASCIMENTO, A. R. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade / organização – Brasília: MEC, SEB, 2007. BORGES, C. S.; RAMOS, A. S.; AMORIM, K. P. A importância do ensino de Ciências de forma pratica e lúdica na Educação Infantil. VI FIPED, 2014. Disponível em: http://editorarealize.com.br/revistas/fiped/trabalhos/Modalidade_2datahora_22_05_2014_21_16_27_idinscrito_659_b27299321ac32d96aa2f83544aba0fe8.pdf. Acesso em: 13 abr. 2017. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a Educação Infantil /Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2010. ______. Ministério da Educação/Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica. Resolução N. 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília: 2010. _______. Pacto Nacional pela Alfabetização na idade certa: planejando a alfabetização e dialogando com diferentes áreas do conhecimento – Brasília: MEC, SEB, 2012. BARROS, F. B. Biodiversidade, Uso de recursos naturais e Etnoconservação na Reserva extrativista Riozinho do Anfrísio. Dissertação do Programa de Doutoramento em Biologia da Conservação da Universidade de Lisboa, 2011. CAPRA, F. Alfabetização Ecológica: a educação das crianças para um mundo sustentável. Traduzido por Carmem Fisher. São Paulo: Cultrix, 2006. Tradução de Ecological Literacy: Educating our children for a sustainable word. __________. A Teia da vida: uma nova compreensão cientifica dos sistemas vivos. Traduzido por Newton Roberval Eichemberg. São Paulo: Cultrix, 2006. __________. Alfabetização ecológica: o desafio para a educação do século 21. (S/D).Disponível em:<http://smeduquedecaxias.rj.gov.br/nead/Biblioteca/Forma%c3%a7%c3%a3o%20Continuada/Educa%c3%a7%c3%a3o%20Ambiental/ALFABETIZA%c3%87%c3%83O%20ECOL%c3%93GICA.pdf>.Acesso em: 20 fev. 2017. CARVALHO, I.C de M. A invenção do sujeito ecológico: sentidos e trajetórias em Educação Ambiental. Universidade do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação/UFRGS Porto Alegre, 2001. 73 COLOGNESE, E. T. S. A inclusão do familiar em situação de urgência e emergência sustentada no Discurso do Sujeito Coletivo. Florianópolis, SC. UFSC/PEN, 2006. CROSERA, M. A.; ZURAWSKI, M. P. O tempo e o espaço na Educação Infantil: um estudo a partir de uma experiência com crianças pequenas. ISEVC, 2004. Disponível em: http://site.veracruz.edu.br/doc/ise_tcc_manuela_assuncao_crosera.pdf. Acesso em: 10 jun. 2017. COSTA, J. F. N.; SILVA, N. V.; ASSUNÇÃO, E. C.; SILVA, E. S. Roda de conversa na Educação Infantil: Qual o sentido da sua prática? III CONEDU, 2016. Disponível em: http://www.editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV056_MD1_SA17_ID6968_17082016170729.pdf. Acesso em 20 de maio de 2017. CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: Métodos Qualitativo, Quantitativo e Mistos. Tradução Luciana de Oliveira da Rocha. Artmed: Porto Alegre, 2007. DE LIMA RIBEIRO, C.; RIBEIRO, P. P.; SILVA, M. T. H. Educação Ambiental: Desvendando a concepção das crianças em relação aos anfíbios anuros. Revista Medicação. v.1, agosto – dezembro de 2012. Disponível em: <http://www.revistamediacao.com.br/index.php/article/educacao-ambiental-desvendando-a-concepcao-das-criancas-em-relacao-aos-anfibios-anuros>. Acesso em: 22 mar. 2015. DELIZOICOV, N. C.; LOPES, A. R. L. V.; ALVES, E. B. D. Ciências naturais nas Series Iniciais do Ensino Fundamental: Características e demandas no Ensino de Ciências. V ENPEC, 2005. Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/venpec/conteudo/artigos/3/doc/p348.doc. Acesso em: 23 mai. 2017. DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequencia didática para o oral e a escrita: Apresentação de um procedimento. Disponível em: http://www.cdn.ueg.br/source/ccseh_-_tecnologias_digitais_e_ensinoaprendizagem_de_linguas_estrangeiras_mtdelem_183/conteudoN/3793/Sequencias_didaticas_para_o_oral_e_a_escrita_DOLZ_NOVE. Acesso em: 19 abr. 2017. DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequência didática para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado de Letras, 2004. DISPONIVEL EM : https://profletrasuefs.files.wordpress.com/2015/03/sequc3aancias-didc3a1ticas-para-o-oral-e-a-escrita-1.pdf. Acesso em: 19 abr. 2017. DUARTE, S. J. H.; MAMEDE, M. V.; ANDRADE, S. M. O. Opções Teorico-Metodológocas em pesquisa Qualitativa: Representações sociais e Discurso do Sujeito Coletivo. V. 18, nº 4, p. 620-626, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v18n4/06.pdf. Acesso em: 24 jun. 2017. FACHIN-TERÁN, A. Fundamentos da Educação em Ciências. In: GONZAGA et al.:Temas para o Observatório da Educação na Amazônia. Curitiba: CRV, 2011. FREINET, E. O intinerário de Cèlestine Freinet: A livre expressão na pedagogia Freinet. São Paulo: Francisco Alves, 1979. FREIRE, P. Educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991. _________. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. 53 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016. 74 GONZAGA, A. [et al]. Temas para o observatório da educação na Amazônia. Curitiba, PR: CRV, 2011. GONZAGA, L. T. Processo de aprendizagem na Educação Infantil uma interação entre um espaço formal e não formal. Manaus: Universidade do Estado do Amazonas, 2011. Dissertação Programa de pós-graduação em educação e ensino de ciências na Amazônia, Escola Normal Superior, Universidade do Estado do Amazonas, 2011. HADDAD, L. Políticas Integradas de Educação e Cuidado Infantil: desafios, armadilhas e possibilidades. In: Cadernos de Pesquisa. v.36, n.129, set/dez. 2006, p. 519-546. JACAÚNA, C. L. F. S. O tema água como incentivador na Alfabetização Ecológica dos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental. Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ensino de Ciências na Amazônia. Manaus, 2012. JACOBUCCI, D. F. C. Contribuições dos espaços não-formais para a formação da cultura cientifica. Revista Em Extensão, v. 7. Uberlândia, 2008. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao%20/article/viewFile/20390/10860. Acesso em: 22 mai. 2017. JESUS, D. A. D. de.; GERMANO, J. A importância do planejamento e da rotina na Educação Infantil, 2013. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/jornadadidatica/pages/arquivos/II%20Jornada%20de%20Didatica%20e%20I%20Seminario%20de%20Pesquisa%20do%20CEMAD%20-%20Docencia%20na%20educacao%20Superior%20caminhos%20para%20uma%20praxis%20transformadora/A%20IMPORTANCIA%20DO%20PLANEJAMENTO%20E%20DA%20ROTINA%20NA%20EDUCACAO.pdf. Acesso em: 12 abr. 2017. KRÜGER, L. M. Método tradicional e método construtivista de ensino no processo de aprendizagem: uma investigação com os acadêmicos da disciplina de Contabilidade III do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2013. LACERDA, G. A.; LOPES, A. T. Educação Ambiental: Princípios básicos da Ecologia como diretrizes para a sustentabilidade social. Disponível em: http://www.univar.edu.br/revista/downloads/educacaoambiental.pdf. Acesso em: 03 set. 2016. LAGO, A.; PÁDUA, J. A. O que é ecologia. São Paulo: Brasiliense, 2004. (Coleção primeiros passos). LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A. M. C. O sujeito coletivo que fala. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, v.10, n.20, p.517-524, jul/dez 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/%0D/icse/v10n20/17.pdf> Acesso em: 24 jun. 2017. LIMA, A. P. Guia de Sapos da Reserva Adolpho Ducke, Amazonia Central. Manaus: Áttema Desing Editorial, 2005. LORENZETTI, L. Alfabetização Cientifica no contexto das Series Iniciais. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação. UFSC, Florianópolis, 2000. MACEDO, N. A. de. Estabelecendo uma amizade entre o homem e os anfíbios anuros: uma questão de educação na Escola do Meio Ambiente. Botucatu, 2009. 75 MACIEL, H. M.; FACHÍN-TERÁN, A. O Potencial Pedagógico dos Espaços Não Formais da Cidade de Manaus. Curitiba, PR: CRV, 2014. MANAUS, Prefeitura de. Proposta Curricular Educação Infantil – revisada e ampliada, 2016. MESSINA, S. R.; RICHTER, L. Alfabetização ecológica: discussão de aspectos filosóficos e sociológicos na educação ambienta. In: IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL E VII FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Anais... UFSM, RS, 25 a 28 de maio de 2010. MOREIRA, D. A. O método fenomenológico na pesquisa. São Paulo: Thomson, 2004. MOREIRA, M. A. Metodologias de Pesquisa em Ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2011. MOSCOVICI, S. Representações Sociais: investigação em psicologia social. Rio de Janeiro: Vozes; 2003. NUNES, E. R. M. Alfabetização Ecológica: um caminho para a sustentabilidade. Porto Alegre: Ed. do Autor, 2005. PEREIRA, J. E. D. Formação de Professores: Pesquisas, representações e poder. Belo Horizonte: Autentica, 2000. Disponível em: http://www.uel.br/prograd/gepe/materiais/formacao_professores.pdf. Acesso em: 22 jun. 2017. PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. Professo reflexivo no Brasil: gênese e critica de um conceito. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2006. POUGH, F. H. a vida dos vertebrados. 2 ed. Editora Atheneu, 1999. QUEIROZ, R. M. Alfabetização Ecológica no Ensino Fundamental utilizando o “caramujo africano” Achatina fulica. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências na Amazônia. Manaus: UEA, 2013. QUEIROZ, R. M. Alfabetização ecológica: uma teoria a ser entendida. In: FACHÍN-TERÁN, A.; SEIFFERT-SANTOS, S. C. Ensino de ciências em espaços não formais amazônicos. Curitiba: CRV, 2014. Pp. 59-62. RAMOS, C. E. O.; SILVA, E. F. G.; FACHÍN -TERÁN, A. O tema da Biodiversidade e a Educação em Ciências. IN: Ensino de Ciências em espaços amazônicos. Pp. 127 – 137, Curitiba, PR: CRV, 2014. REDA, M. G., UJIIE, N. T. A Educação Infantil E O Processo De Adaptação: As Concepções De Educadoras Da Infância. IX congresso nacional de educação. III encontro sul brasileiro de psicopedagogia – 2009 – PUCPR. Disponível em: http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2009/anais/pdf/2496_1090.pdf. Acesso em: 30 abr. 2017. ROCHA, S. C. B. A Escola e os espaços não-formais: possibilidades para o ensino de Ciências nos anos iniciais do Ensino fundamental. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências na Amazônia. Manaus: UEA, 2008. ROSA, R. T. D. Ensino de Ciências e Educação infantil. In. CRAIDY, Carmen Maria. KAERCHER, Gládis Elise P. da Silva, Educação Infantil: Pra que te quero? Porto Alegre: Artmed, 2001. 76 SANTOS, A. C.; CANEVER, C. F.; GIASSI, M. G.; FROTA, P. R. O. A importância do ensino de Ciências na percepção de alunos de escola da Rede Publica Municipal de Criciuma- SC. Revista Univap, v. 17, nº 30, 2011. Disponível em: file. :///C:/Users/Renata/Downloads/29-257-1-PB%20(2).pdf. Acesso em: 13 jun. 2017. SANTOS, H. R. R.; LEAL, J. C. Educação para a Sustentabilidade: a proposta da Alfabetização Ecológica. Revista das Faculdades Adventistas da Bahia, v.3, n.1, 2010. SANTOS, C. F.; MENDONÇA, M. (orgs.). Alfabetização e letramento: conceitos e relações. 1º reimp. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. SANTOS, O. K.; BELMINO, J. F. B. Recursus Didáticos: uma melhora na qualidade da aprendizagem, S/D. disponível em: http://editorarealize.com.br/revistas/fiped/trabalhos/Trabalho_Comunicacao_oral_idinscrito__fde094c18ce8ce27adf61aedf31dd2d6.pdf. Acesso em: 24 abr. 2017. SANTOS, P. R.; KLOSS, S. A criança e a mídia: a importância do uso do vídeo em escolas de Joaçaba SC. Unesc & Ciência, v. 1, nº 2, PP. 103-110, 2010. SANTOS, S. C. S.; FACHIN-TERÁN, A. Motivadores em Educação em Ciências: um olhar para a Amazônia. In: BARBOSA, Ierece et al. (org.). Avanços e Desafios na Amazônia. Manaus: UEA- Escola Normal Superior /PPGEECA, 2011. _______, S. C. S.; FACHIN-TERÁN, A. Alfabetização Ecológica: o tema a destruição da biodiversidade no livro didático do 6º ano do Ensino Fundamental. In: FACHIN-TERÁN, A.; SANTOS, S. C. S. Novas perspectivas de Ensino de Ciências em Espaços Não Formais. Manaus: UEA- Escola Normal Superior /PPGEECA, 2013. SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho cientifico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2010. SILVA, A. da. A roda de conversa e sua importância na sala de aula. Licenciatura em Pedagogia. UEP/IBRC, 2012. SILVANO, D. L.; SEGALLA, M. V. Conservação de anfíbios no Brasil. Megadiversidade, v.1. n.1. Julho de 2005. Disponível em: <http://www.conservation.org.br/publicacoes/megadiversidade/12_Silvano_Segalla.pdf>. Acesso em: 22 mar. 2015. SILVEIRA, L.; LIMA, G. E. de. Curiosidade de criança: construindo conhecimentos numa turma de pré-escola. XV SEPE, 2011. Disponível em: http://www.unifra.br/eventos/sepe2011/Trabalhos/2170.pdf. Acesso em: 15 jun. 2017. SOARES, M. B. Letramento: um tema em três gêneros. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. STTEBINS, R. C.; COHEN, N. W. A natural history of amphibians. Princeton University, New Jersey, 1995. THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 14 ed. São Paulo: Cortez, 2005. TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e pesquisa, São Paulo, v.31, n.3, p. 443-466, set./dez 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2014. 77 VARGAS, S. L.; MAGALHAES, L. M.; O gênero tirinhas: uma proposta de sequencia didática. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaedufoco/files/2012/08/Texto-05.pdf . Acesso em: 20 abr. 2017. VERGARA, S. C.; FERREIRA, V. C. P. A representação social de ONGs segundo formadores de opinião do município do Rio de Janeiro. RAP, p.p 1137- 1159, 2005. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/6582. Acesso em: 30 jun. 2017. ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Tradução: Ernani F. da Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998. ZABALZA, M. A. Qualidade em educação infantil. Porto Alegre: ArtMed, 1998.por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectAlfabetização Ecológicapor
dc.subjectAnfíbios Anurospor
dc.subjectEducação Infantilpor
dc.subjectEspaços Educativospor
dc.subject.cnpqENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINOpor
dc.titleAlfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativospor
dc.title.alternativeEcological literacy using anuran amphibians in educational settingseng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGECA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alfabetização ecológica usando os anfibios anuros em espaços educativos.pdfArquivo principal - Dissertação1,75 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons