???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/286
Tipo do documento: Dissertação
Título: Vozes e imaginários infantis: experiências e saberes sobre Ciência na escola e no Bosque da Ciência
Título(s) alternativo(s): Children's Voices and Imagery: Experiences and Knowledge on Science at School and in the Forest of Science
Autor: Mululo, Jorgete Comel Palmieri 
Primeiro orientador: Noronha, Evelyn Lauria
Primeiro membro da banca: Noronha, Evelyn Lauria
Segundo membro da banca: Gonçalves, Carolina Brandão
Terceiro membro da banca: Freire, Eliane Fazolo
Resumo: O presente estudo tem como objeto de pesquisa os saberes e as experiências das crianças na Educação em Ciências, reconhecendo-as como atores sociais competentes, levando em consideração suas Culturas Infantis. Nosso objetivo é analisar como as vozes das crianças e suas culturas revelam suas participações nas experiências e saberes sobre Ciência, no espaço da Escola e no Bosque da Ciência. Desta feita, pretendeu-se partilhar reflexões sobre as crianças em seu imaginário e na relação com seus pares, bem como, ressaltar algumas concepções de infância, tendo em vista suas interações na Escola como ambiente pedagógico e no espaço não formal, ouvindo suas vozes e observando suas reações. Na tentativa de desvelar a importância dessas reações, buscamos o aporte da Sociologia da Infância com a abordagem qualitativa e fundamentamo-nos na pesquisa participante realizada em um CMEI, com crianças do 2° período da Educação Infantil e a participação da professora da turma. A pesquisa deu-se com observações participantes e os instrumentos de coletas de dados foram o caderno de campo, gravadores de vozes e câmeras fotográficas para registros das crianças com seus pares e com os adultos, seja no espaço da Escola, a caminho do Bosque da Ciência, no Bosque propriamente dito e no retorno à Escola. Almejamos um aprofundamento no estudo das Culturas Infantis, com vistas à maior compreensão das interações das crianças com seus pares e em seus modos de ser e de estar nos espaços estudados. As crianças devem ser consideradas como atores em sentido pleno e não simplesmente como seres em devir. Neste sentido, as crianças são ao mesmo tempo produtores e atores dos processos sociais.
Abstract: The present study aims to research the children knowledge and experiences in Science Education, recognizing them as competent social actors, taking into account "their voices" and Children's Cultures. Our goal is to analyze how the children voices and their cultures reveal their participation in the experiences and knowledge about science in the School space and in the Bosque da Ciência (ScienceWoods). This time, it was intended to share reflections about the children in their imaginary and in the relationship with their peers in Early Childhood Education, as well as to highlight some childhood conceptions, considering their interactions in the school as a pedagogic environment and in the non formal space, listening their voices and observing their reactions. In an attempt to reveal the importance of these reactions, we sought the contribution of the Sociology of Childhood with the qualitative approach and based on the participant research carried out in a CMEI, Centro Municipal de Educação Infantil (Early Childhood Education Municipal Center) with children of the 2nd period and the class teacher’s participation. The research wasdone with participant observations and the instruments of data collection were the field notebook, voice recorders and photographic cameras for children records with their peers and with the adults, be it in the School space, on the way to the Bosque da Ciência (ScienceWoods), in the forest itself and in return to School. We aim to deepen the study of Children's Cultures, with a view to a better understanding children's interactions with their peers and their ways of being and being in the spaces studied. Children should be regarded as actors in the full sense and not simply as beings in becoming. In this sense, children are at the same time producers and actors processes social, among others.
Palavras-chave: Sociologia da Infância
Culturas Infantis
Espaço formal e Não Formal - Educação
Área(s) do CNPq: EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO PRE-ESCOLAR
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Normal Superior ENS::PROPESP
Programa: Educação e Ensino de Ciências na Amazônia
Citação: Mululo, Jorgete Comel Palmieri. Vozes e imaginários infantis: experiências e saberes sobre Ciência na escola e no Bosque da Ciência. 2017. 138 f. Dissertação( Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/286
Data de defesa: 28-Jun-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGECA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vozes e imaginários infantis experiências e saberes sobre ciência na escola e no bosque da ciência.pdfDocumento principal - Dissertação4,51 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons