???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/279
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ensino de ciências nos anos escolares iniciais: o que professoras dizem de si e de sua docência
Título(s) alternativo(s): Teaching science in the initial school years: what teachers say about themselves and their teaching
Autor: Oliveira, Elisângela Silva de 
Primeiro orientador: Gonçalves, Terezinha Valim Oliver
Primeiro membro da banca: Gonçalves, Terezinha Valim Oliver
Segundo membro da banca: Martins, France Fraiha
Terceiro membro da banca: Mendes, Iran Abreu
Quarto membro da banca: Golçalves, Tadeu Oliver
Quinto membro da banca: Alves, José Moysés
Resumo: Nesta pesquisa, tenho o objetivo de compreender os sentidosexpressos por professoras de anos escolares iniciais do Ensino Fundamental, ao falar de si e do ensino de ciências que realizam. Assumo como método a pesquisa narrativa, que se constituiu uma produção empírica em dois momentos distintos: o primeiro, a partir de múltiplos olhares sobre o contexto doensino de ciências com uso de questionário envolvendo o sistema de ensino estadual e municipal de Boa Vista, capital de Roraima.E o segundo, voltado para uma visão da sala de aula, relatada por professorasque falam de si e do ensino de ciências que realizam por meio de entrevistas semiestruturadas, registros de campo e memorial. Da primeira fase participaram sessenta sujeitos. A escolha dos sujeitos orientou-se pela dimensão do lugar, que se configura um dos critérios da pesquisa narrativa, que fornece um olhar do ensino de ciências, a partir do contexto onde se situam os sujeitos. A segunda fase teve como critério o que configura a pesquisa narrativa: a experiência vivida. Ao considerar que não é a causa, mas o sentido que o sujeito constrói que faz a experiência, elegi como critérios de escolha dos sujeitos: ser professor(a) nos anos iniciais do Ensino Fundamental de escolas públicas e a livre aceitação para participar da pesquisa. Nesta fase, participaram seis sujeitos, com vistas a uma proximidade relacional necessária ao estudo. Organizo o material empírico a partir de recorrênciasnas falas dos sujeitos, de cujos fluxos emergiram categorias de análise: interpretadas a partir da análise textual discursiva e organizadas em dois eixos temáticos: (1) Sentidos do Ensino de Ciências: entre o protagonismo docente e autonomia subtraída;(2) Linhas e entrelinhas do Ensino de Ciências: saberes docentes em episódios de quem ensina e fala de si. Os resultados evidenciam: i) as condições objetivas do professor que ensina ciências são permeadas por contrariedades denunciadas em seus relatos que apontam uma autonomia subtraída sobre os processos de construção do trabalho pedagógico; ii) o protagonismo docente, na resistência que fazem para implementar um ensino para além das metas quantitativas que são impostas aos professores no contexto escolar; iii) os docentes, ao desenvolverem conteúdos conceituais, evidenciam saberes em suas práticas, que com apoio na literatura, são interpretados em termos de saberes específicos do conteúdo, saberes da experiência, saberes estratégicos e saberes pedagógicos do conteúdo. Defendo a tese de que a construção de sentidos sobre o ensino de ciências expressos por professoras de anos escolares iniciais de escolas públicas de Boa Vista resulta das relações imbricadas entre a vida, a formação e a profissão no espaço das práticas docentes, nas quais se manifestam como contínuas construtoras de saberes da docência.
Abstract: In this research, I aim to comprehend the senses and meanings expressed by teachers of early Elementary School years upon speaking of themselves and of the teaching of science that they perform. I use as method the narrative research, which is based on an empiric production in two distinct moments: first, from multiple observation on the context of science teaching using questionary concerning the provincial and municipal teaching system in Boa Vista, capital of Roraima. And second, directed to an overview of the classroom, reported by teachers who speak about themselves and the teaching of science they execute through half-based interviews, field registries and memorials. Sixty subjects took part in the first stage. The choice of the subjects was oriented by the dimension of the place, which configures one of the criteria of the narrative research, and provides a helicopter view from the context where the subjects are inserted. The second stage had as criterion what configures the narrative research: the experience lived. Upon considering that it is not the cause but the sense built by the subject that transforms experience, I elected the following criteria for choosing the subjects: be a teacher of the early Elementary School years in public schools and free will to take part in the research. In this stage, six subjects took part in the light of a relational proximity necessary to the study. I organize the empiric material considering recurrent events in the speech of the subjects, from which fluxes emerged the following analysis categories: interpreted from discursive textual analysis and organized under two themed axis: (1) Senses and Meanings of the Teaching of Science: between docent protagonism and subtracted autonomy (2) Lines and in-between lines of Science Teaching: docent knowledge in episodes of who teaches and speaks about themselves. The results point out: i) the objective conditions of the teacher who teaches science are permeated by contrariness denounced in their speech which drives to a subtrected autonomy concerning the construction process of the pedagogic work; ii) the docent protagonism, in the resistance they make to implement a teaching method to go beyond the quantitative goals which are imposed to the teachers in the school context; iii) the docents, as they develop conceptual input materials, they outstand knowledge in their practices, which supported by literature, are interpreted into terms of scientific knowledge, experience knowledge, strategic knowledge and pedagogic knowledge of the input materials. I defend the thesis that the building of sense and meaning on the teaching of science expressed by teachers of the early school years in public schools in Boa Vista derives from an overlaid relation between life, formation and profession in the sphere of the docent practices, in which the teachers manifest themselves as continuous docent knowledge builders.
Palavras-chave: Formação de Professores
Ensino de Ciências
Pesquisa narrativa - Docência
Saberes docentes
Pedagogia do sentido
Área(s) do CNPq: ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO PRE-ESCOLAR
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Normal Superior ENS::PROPESP
Programa: Educação e Ensino de Ciências na Amazônia
Citação: Oliveira, Elisângela Silva de. Ensino de ciências nos anos escolares iniciais: o que professoras dizem de si e de sua docência. 2016. 144 f. Dissertação( Educação e Ensino de Ciências na Amazônia) - Universidade do Estado do Amazonas, Belém.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/279
Data de defesa: 25-Jul-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPGECA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ensino de ciências nos anos escolares iniciais.pdfDocumento principal - Dissertação1,66 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons