???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/231
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tuberculose em unidade de terapia intensiva: análise descritiva em um hospital de referência HIV / AIDS na amazônia brasileira
Título(s) alternativo(s): Tuberculosis in an intensive care unit: descriptive analysis in a hospital of reference HIV / AIDS in the Brazilian Amazon
Autor: Ferreira , Márcia Danielle da Silva 
Primeiro orientador: Santos, Marcelo Cordeiro dos
Primeiro membro da banca: Lacerda, Marcus vinícius de Guimarães
Segundo membro da banca: Ruffino Neto, Antônio
Terceiro membro da banca: Santos, Marcelo Cordeiro dos
Resumo: Tuberculose (TB) é reconhecida como grave problema de saúde pública. No Amazonas, em 2014, a letalidade por TB foi de 3,5/100 mil habitantes (hab), e a proporção de coinfecção TB/HIV foi de 16,2%. Dados na literatura sobre casos graves de TB atendidos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) são escassos. O presente estudo teve como objetivo descrever aspectos sociodemográficos, clínicos, hematológicos, laboratoriais, radiológicos e variáveis associadas à letalidade em pacientes com TB internados em UTI. Trata-se de um estudo descritivo, retrospectivo, dos casos tratados para TB na UTI da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Amazonas, no período de 2011 a 2014. Foram considerados casos de TB pacientes com baciloscopia ou cultura positiva; ou exames clínicos, clínico-radiológicos; ou critérios histopatológicos (necropsia) compatível com TB; ou menção de TB nos registros de causa básica no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) ou diagnóstico de TB no momento da alta na UTI. As informações foram obtidas por meio de prontuários eletrônicos e dos livros de admissão da UTI. No período de estudo foram incluídos 131 pacientes. A mediana de idade foi 36,4 anos, com predomínio do sexo masculino (71%). Coinfecção TB/HIV foi observada em 91,6% dos casos, desses, 87,3% apresentaram contagem de células CD4 inferior a 200 cel/mm³ e 48,9% estavam em Tratamento Antirretroviral (TARV). Tratamento anti-TB por até 30 dias anteriores à admissão na UTI foi mencionada em 56 pacientes (49,1%). De 99 pacientes que realizaram baciloscopia, 21,2% resultaram positivos, enquanto que de 87 que realizaram cultura, 27 (31,3%) confirmaram TB. Cento e dois morreram (letalidade de 77,9%), a maioria (93,1%) em menos de 28 dias de permanência na UTI. Entre pacientes HIV positivos foi mais frequente anemia hipocrômica (p=0,04), e menos frequente neutrofilia (p=0,04) e leucocitose (p=0,04). Óbito precoce (<28 dias) ocorreu mais frequentemente em pacientes sem confirmação bacteriológica (p=0,05), na forma extrapulmonar (p=0,06) em pacientes do sexo feminino com anemia (p=0,03), em Síndrome da Angústia Respiratória Aguda (SARA) (p=0,02) e baixa adesão a TARV (p=0,03). Óbito foi mais frequente em pacientes com baixa contagem de CD4 (p=0,009), uso de Ventilação Mecância (p=<0,0001) (VM), hipoalbuminemia (p=0,005) e trombocitopenia (p=<0,0001). A maioria dos pacientes recebeu o diagnóstico de TB por critério clínico (75,6%). A baciloscopia e cultura tiveram baixo desempenho. A baixa confirmação laboratorial esteve associada à elevada proporção de pacientes coinfectados por HIV e à elevada letalidade. Portanto, sugere-se a implementação de protocolos clínicos que agilizem o diagnóstico e adoção de tratamento adequado para TB em pacientes atendidos em UTI.
Abstract: Tuberculosis (TB) is recognized as a serious public health problem. In Amazonas state, in 2014, TB mortality rate was 3.5/100,000 habitants, and the proportion of TB /HIV co-infection was 16.2%. Data in the literature on severe cases of TB treated in intensive care units (ICU) are scarce. This study aimed to describe socio-demographic, clinical, hematology, laboratory, radiological and variables associated with mortality in patients with TB in the ICU. It is a descriptive retrospective study of cases treated for TB in the ICU of Tropical Medicine Heitor Vieira Dourado Foundation (FMT-HVD), Amazonas, from 2011 to 2014. We considered TB cases patients with smear or positive culture; or/and clinical, clinical and radiological; or/and histopathological criteria (autopsy) compatible with TB; or/and basic cause of death records in the Mortality Information System (SIM) with mention of TB; or/and TB diagnosis at discharge ICU. The information was obtained through electronic medical records and ICU admission books. During the study period 131 patients were included. The mean age was 36.4 years, with a predominance of males (71%). TB/HIV co-infection was observed in 91.6% of cases, of these, 87.3% had CD4 cell counts below 200 cells / mm³ and 48.9% were antiretroviral therapy (ART). Anti-TB treatment for up to 30 days prior to ICU admission was mentioned in 56 patients (49.1%). 99 patients who were smear, 21.2% were positive, while 87 who underwent culture, 27 (31.3%) confirmed TB. One hundred and two died (mortality 77.9%), the majority (93.1%) in less than 28 days of stay in the ICU. Among HIV-positive patients were more frequent hypochromic anemia (p = 0.04), and less frequent neutrophil (p = 0.04) and leukocytosis (p = 0.04). Early death (<28 days) occurred more often in patients without sputum (p = 0.05), the extrapulmonary form (p = 0.06) in female patients with anemia (p = 0.03), Syndrome Acute Respiratory Distress (ARDS) (p = 0.02) and low adherence to ART (p = 0.03). Death was more frequent in patients with lower CD4 count (p = 0.009), use of mechanical ventilation (MV) (p = <0.0001), hypoalbuminemia (p = 0.005), and thrombocytopenia (p = <0.0001). In conclusion, most patients were diagnosed with TB by clinical criteria (75.6%). The smear and culture were underperforming. Low laboratory confirmation was associated with a high proportion of patients coinfected with HIV and to high mortality rates. Therefore, it is suggested the implementation of clinical protocols that streamline diagnosis and adoption of appropriate treatment for TB patients treated in the ICU.
Palavras-chave: Turbeculose
HIV
Letalidade
UTI
Coinfecção
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
SAUDE COLETIVA::MEDICINA PREVENTIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Amazonas
Sigla da instituição: UEA
Departamento: Escola Superior de Ciências da Saúde ESA::PROPESP
Programa: Hematologia
Citação: Ferreira , Márcia Danielle da Silva. Tuberculose em unidade de terapia intensiva: análise descritiva em um hospital de referência HIV / AIDS na amazônia brasileira. 2015. 79 f. Dissertação (Hematologia) - Universidade do Estado do Amazonas, Manaus.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.uea.edu.br/jspui/handle/tede/231
Data de defesa: 12-Jun-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES - PPCAH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tuberculose em unidade de terapia intensiva análise Dissertação.pdfDocumento Principal - Dissertação2,48 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons